quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Espelho de mosaico com vidro bisotado

   Futuro espelho do lavabo da Casinha, um belíssimo mosaico com vidro bisotado acho que vai cair super bem no lavabo da casinha o que vocês acham ?

   Adoro mosaicos algum dia vou criar coragem para fazer um vamos ver se tenho o dom, tenho planos de fazer um em uma mesa de madeira deve ficar muito lindo já até vejo aquela velha mesinha que ninguém usa mais se transformar numa peça de peso para a decoração, quando for fazer posto o passo a passo.
   Aproveitando o post também para agradecer a nossa amiga Lilly pela citação do Reforma Aí ai no Blog da Reforma, grande abraço.

Espelho de Mosaico
Espelho de Mosaico

Lavabo da Casinha
Lavabo da Casinha
Clique aqui para imprimir o artigo Leia Mais

Unboxing - Tupia Makita 3709

   Vamos apresentar a tupia 3709 da Makita, esta tupia possui uma base transparente que proporciona a visualização da sua área de trabalho, possui corpo emborrachado que da mais firmeza na pegada, possui uma borboleta que possibilita uma regulagem de profundidade precisa através de uma cremalheira. A saída do cabo é na parte superior o que causa menos transtorno com o fio permitindo uma melhor mobilidade, possui uma manutenção facilitada pois o acesso para a troca do carvão é de fácil acesso. 

   A Tupia serve para fazer molduras, ranhuras e dar acabamento em móveis ela nos possibilita fazer chanfros, entalhos e bordas. Temos vários modelos de tupia essa que vamos mostrar é um modelo de entrada da Makita seu custo esta em torno de R$300,00.



ESPECIFICAÇÕES: 
- Potência 530 watts
- Rotação por min. 30.000 rpm
- Fresa 6 mm (1/4")
- Massa (peso) 1.5 kg


Tupia 3709 Makita


   Ela acompanha 2 guias sendo uma com um rolamento para impedir que a fresa entre na madeira, e outra guia paralela que permite a criação de rasgos para colocação de prateleiras  cortes retos e cortes circulares. 

Tupia 3709 Makita

A tupia é uma ferramenta muito legal proporciona uma infinidade de acabamentos em madeira, da para dar asas a imaginação.

Trabalho feito com Tupia


UNBOXING

Vamos ver as fotos da Tupia Makita 3709

Tupia Makita 3709
Tupia Makita 3709

Tupia Makita 3709
Tupia Makita 3709

Tupia Makita 3709
Conteúdo da Embalagem

Peças da Tupia
Peças da Tupia

Fresa Makita
Fresa Makita

Video Makita 3709 - Efuruno

Clique aqui para imprimir o artigo Leia Mais

CUB - Custo Unitário Básico - Custo da obra

   O Custo Unitário Básico (CUB/m²) serve para disciplinar o mercado de construções imobiliárias, serve também  para determinar o custo de imóveis, sua credibilidade é tamanha que vem sendo utilizada como indicador macroeconômico para determinar custos da construção civil.

   Cada estado tem seu indicador, em goiás podemos encontrar a tabela no site do Sinduscon, nessa tabela  podemos ver os custos médios para a construção, a tabela mostra 3 faixas de padrões de construção o padrão baixo, normal e alto. A tabela também vem segmentada por diversas faixas de projeto, são eles:

R-1 = Residencial Unifamiliar ou seja destina-se a abrigar apenas uma família, 1 pavimento

PP-4 = Prédio Popular, 4 pavimentos.

R-8 = Residência Multifamiliar destina-se a mais de uma família, 8 pavimentos.

R-16 = Residência Multifamiliar, 16 pavimentos.

PIS = Projeto de Interesse Social.

CAL = Comercial Andar Livre.

CSL = Comercial Salas e Lojas.

   A tabela também nos mostra como são calculados os CUB's, e a remuneração media por hora de serviço de serventes, pedreiros e engenheiros.
   A tabela não inclui alguns custos como fundação, muros, paisagismo, portões...

Clique aqui para imprimir o artigo Leia Mais

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Aprenda a calcular a quantidade de pisos e revestimentos

LINK PARA CALCULADORA

Para descobrirmos a quantidade de piso que necessitamos para nosso ambiente devemos tirar às medidas dos cômodos a conta é bem fácil basta multiplicar o comprimento pela largura, se seu cômodo for irregular imagine um quadrado ou retângulo no seu ambiente e vá dividindo e tirando as medidas das áreas individuais se for quadrado ou retângulo basta multiplicar comprimento x largura e se for triangulo altura x largura e dividir por 2.

Esquema de cálculo de áreas para construção by Reformaai.com

Abaixo temos uma calculadora para facilitar nos cálculos podemos inserir tanto os valores separados quando a medida total, para calcular espaços triangulares temos que inserir o valor resultante da continha da área que é (bxh)/2.
Após abastecer as dimensões ou a área total devemos colocar o tamanho da nossa cerâmica em centímetros, depois é so clicar no botão calcular que teremos quantas peças da cerâmica devemos comprar para cobrir nossa área a conta já sai acrescida de 10% de quebra.

LINK PARA CALCULADORA
Clique aqui para imprimir o artigo Leia Mais

Pintura com compressor


   Hoje iremos ver como utilizar um compressor de ar para fazer pintura, precisaremos de uma pistola para pintura, compressor, estopa, lixa, tinta, solvente. Primeiramente devemos preparar todas as superfícies a serem pintadas, lixando e removendo todas imperfeições, depois retiramos o excesso de pó com um pincel ou pano.

   Agora é a hora de prepararmos a tinta, devemos seguir as instruções contidas na embalagem para uma correta aplicação do produto, a tinta que vou utilizar foi diluída em 100% ou seja o mesmo tanto de tinta para o mesmo tanto de solvente, depois devemos misturar bem para que a mistura fique homogênea. Depois e só colocar a tinta no recipiente da pistola. Antes de começar a pintar na peça faça testes em outras superfícies para regular a abertura do leque da pistola para evitar respingos na peça principal e excesso de tinta.

   Sempre utilize equipamentos de proteção, máscara, óculos...
   Utilizei uma tinta da Sherwin Williams Laca Alumínio que proporciona um acabamento muito bom.

Tinta Laca Alumínio

   Diluindo os produtos, eu utilizei o thinner para fazer a diluição, siga corretamente as instruções da tinta para uma correta diluição, utilize uma recipiente para misturar a tinta não há misture toda de uma vez.

Tinta Alumínio e Thinner

   Foi utilizado um compressor de ar com reservatório de pequeno porte, ele funciona quase que sem parar para conseguir gerar a quantidade de ar necessária para a pintura, se for para ambientes grandes recomendo um com capacidade maior.



   Agora uma foto com a mão na massa estava pintando umas peças de madeira para a montagem de umas peças de iluminação no serviço, depois posto as fotos do resultado pronto.

Pintura com compressor de ar Tinta Alumínio e Thinner

Pistola compressor de ar

Agora assista um vídeo de como devemos movimentar a pistola para um bom acabamento, devemos sempre passar de um lado para o outro nunca deixar a pistola em um local fixo, senão a tinta vai escorrer comprometendo o trabalho.

Clique aqui para imprimir o artigo Leia Mais

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

O que você quer ver no blog ?

   O blog conta com um novo aplicativo para facilitar o seu contato leitor, você poderá dar sua sugestão sobre o que quer ver no blog, qualquer tema na área da construção, automação, sustentabilidade, de a sua opinião ela é muito importante para o crescimento do blog. Basta clicar no botão (Sugira um artigo.) na parte inferior direita  do site e preencher o formulário. Grande abraço a todos.


Clique aqui para imprimir o artigo Leia Mais

Amplificador para residência

Logitech Z5500
Logitech Z5500

   Tenho um sistema de som da Logitech Z5500 composto por 1 Subwoofer ativo com alto falante de 10" e 5 caixas passivas sendo 4 laterais e uma frontal, o sistema tem certificação THX, Dolby Digital Prologic II, Dts 5.1. Essa belezura tinha um som de alta fidelidade sem distorções, possui varias conexões analógicas e digitais sindo uma Toslink (Fibra ótica) uma coaxial digital, p2, rca, tudo isso gerando uma potência de 500W Rms. A algum tempo atrás ele recebeu uma descarga elétrica queimando seu módulo de controle, levei ele a inúmeras eletrônicas e nada de conserto. 

Ontem estive em uma festa e vi no salão de festas um amplificador da Frahm, o Slim 2000 usb o amplificador possui entrada USB, 2 entradas RCA, 2 conexões para microfone, e controle de graves, médios e agudos, ele tem uma potência de 100W Rms em 8 OHMS. Pensei em adquirir um amplificador destes para  tentar salvar meus alto falantes, já que a única parte afetada foi o modulo central. Alguém já utilizou esse amplificador ? ou conhece ?

Tem também o modelo Slim 3000 com 200 W Rms também é uma boa pedida, mas tudo isso sem as conexões digitais, somente analógico. Vou na loja ver o que o vendedor me indica depois posto para contar o que deu.


Amplificador Frahm Slim 2000 USB
Amplificador Frahm Slim 2000 USB


Clique aqui para imprimir o artigo Leia Mais

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Rejunte Acrílico

   O rejuntamento acrílico é uma alternativa ao epóxi e pode chegar a custar até 4 vezes menos, o rejunte acrílico também é impermeável e possui um acabamento bem lisinho, ele já vem pronto para o uso em baldinhos de 1kg ou de 5kg. 
Rejunte Acrílico
Rejunte Acrílico
   
   Sua aplicação é bastante simples longe das complicações do epóxi que tem que ser misturado para ser assentado e seca muito rápido e é horrível para retirar após seco, mas não podemos negar sua beleza e resistência.

   Para aplicar o rejunte acrílico basta retirar o conteúdo da embalagem com uma espatula e ir preenchendo as juntas de assentamento, após preencher bem retiramos o excesso com a própria espátula.



   Logo após devemos passar uma esponja levemente úmida para limpar e dar o acabamento, a esponja deve estar sempre bem limpa e levemente úmida, depois desse procedimento devemos aguardar 72 horas para a limpeza final que devera ser feita com água e sabão neutro.


Clique aqui para imprimir o artigo Leia Mais

Instalação Elétrica unidade externa de ar condicionado

   Veremos como trocar a instalação elétrica de uma unidade externa de um ar condicionado. Na foto abaixo temos a instalação antiga com fios a amostra e extremamente ressecados pois eles estavam no tempo. O problema apresentado nesse aparelho foi um curto na fiação que fez com que o disjuntor se desarmasse. Foram utilizados nessa reinstalação cabos flexíveis de 4mm, 3 terminais agulha 2,5 a 6mm e fita isolante.
   De ferramentas utilizamos Alicate Belzer, Decapador de cabos, alicate para terminais, Detector de Fase Minipa.
Instalação elétrica comprometida ar condicionado
Instalação elétrica comprometida
   Primeiro passo é desligar o disjuntor para não ter problema, depois checamos se realmente a energia foi desligada com uma chave de teste, indico modelos com aviso sonoro e luminosos como os da Fluke e Minipa. O VoltAlert é o modelo da Fluke custa cerca de R$ 70,00 e o Ez Alert é o modelo da Minipa custa em torno de R$ 27,00.
Canetas de teste de energia - Ez Alert II Minipa e Volt Alert Fluke
Canetas de teste de energia - Ez Alert II Minipa e Volt Alert Fluke



























   Após constatar que não tem nenhuma fonte de energia podemos remover a fiação antiga, no caso desta instalação os fios foram removidos até dentro do telhado ao qual a condensadora estava instalado, mas o certo é trocar a fiação até o evaporadora.

Fios sendo removidos
Fios sendo removidos
   Sempre use ferramentas de boa qualidade para diminuir os riscos, devemos usar chaves de revendas revestidas, alicates com boa resistência elétrica 1000v, e sempre use EPI.


Fios sendo removidos parte 2
Fios sendo removidos parte 2
Fazendo emenda em fios - Alicates 1000v Belzer
Fazendo emenda em fios - Alicates 1000v Belzer


   Após emendar os três fios ( fase, neutro e terra ) fiz os terminais para serem parafusados na condensadora. Acompanhe o processo de crimpagem dos terminais abaixo, para prensar os terminais podemos usar o alicate da Belzer modelo eletricista que vem com um prensador de cabos ou uma alicate crimpador de cabos.



Desencapando o fio para fazer o terminal
Desencapando o fio para fazer o terminal

Apos remover a capa protetora do fio torça o fio com o alicate para que fique bem firme
Apos remover a capa protetora do fio torça o fio com o alicate para que fique bem firme

Após apertar os fios colocamos o terminal - Utilizei o terminal agulha para fios de 4mm
Após apertar os fios colocamos o terminal - Utilizei o terminal agulha para fios de 4mm

Alicate crimpador de cabos
Alicate crimpador de cabos

 Após montarmos os terminais é hora de ligar os fios na condensadora, prestem atenção na ligação dos fios neste modelo de condensadora da Eletrolux o primeiro fio é o positivo do meio o neutro e o da esquerda é o terra. Em um outro post veremos as cores padrão de fios de energia, isso facilita muito a identificação.


Cabos com terminais ligados na condensadora.
Cabos com terminais ligados na condensadora.
Os cabos foram trocados e forma inseridos dentro de uma mangueira anti-chama
Os cabos foram trocados e forma inseridos dentro de uma mangueira anti-chama

   Para áreas externas recomendo cabos Sintenax que resistem bem a ações do tempo, este cabo também é indicado para instalações subterrâneas residenciais, industriais , comerciais, etc. 
   Qualquer dúvida é só entrar em contato com post ou no formulário de contato do site, que vou ter o maior prazer em ajudar! Grande abraço.




Clique aqui para imprimir o artigo Leia Mais

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Mudança de Endereço

Bom dia caros Leitores o blogdareforma.com mudou de endereço agora ele se chama Reforma Aí para acessá lo devemos entrar no endereço www.reformaai.com
O blog mudou de nome pois já havia na net um blog chamado blog da reforma desde 2009 porém os domínios não estavam registrados. Após uma conversa com nossa amiga Lilly resolvi trocar o nome do blog e vou passar os domínios para ela, continuem lendo nossos posts no Reforma Aí 


Clique aqui para imprimir o artigo Leia Mais

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Automação Residencial com Arduino - Ligando lâmpada, portão,...


   Vamos ver um esquema do Arduino utilizando um Ethernet Shield e um Rele Shield para acender uma lâmpada pela internet, controle remoto, Smartphone ou qualquer outro dispositivo com acesso a internet ou rede que os equipamentos estão inseridos.
   No esquema abaixo o usuário dispara o comando através de um celular o comando segue pela internet, podemos ter um servidor para acessar nosso comando de qualquer lugar com internet, depois disso o comando é recebido pelo ethernet shield que é o dispositivo que liga na rede para receber os comandos e faz a comunicação com o Arduino, depois que os dados são transferidos para o Arduino o mesmo envia o pulso elétrico para o rele shield que por sua vez acionara os equipamentos escolhidos.
Esquema de ligação de equipamentos elétricos  - automação
Esquema de ligação de equipamentos elétricos  - automação



Equipamentos necessários:


   Rele shield que conectara nos equipamentos elétricos da rede, nele nos podemos ligar lâmpadas, motores elétricos de portões, ventiladores, ar condicionado, etc. No modelo de shield abaixo podemos ligar 4 equipamentos. 


Rele Shield
   Para ligar nosso equipamentos ligaremos o fio de tensão vermelho 110v ou 220v no primeiro conector do rele que é o de posição 'normalmente aberto' que fica do lado das numerações e fio verde ligaremos no pino do meio que é o 'comum' faremos isso para cada equipamento que quisermos ligar e o equipamento conectar ao neutro da rede elétrica, sempre prestar atenção na hora das tenções de ligação com a capacidade de seu rele shield.
Esquema de ligação do Rele
Esquema de ligação do Rele

Arduino é a placa de controle I/O que serve de controle para diversos sistemas, o Arduino é um projeto  que engloba software e hardware e tem como objetivo fornecer uma forma fácil para prototipar. O arduino é placa que  reune todos os shields ele que faz a comunicação entre eles.




Arduino + Rele Shield
Arduino + Rele Shield 

Código para implementação

Essa primeira linha de código deve ser adicionada ao arduino, lembrando de alterar as linhas em laranja para os dados da sua rede.

1. #include <SPI.h>
2. #include <Ethernet.h>
3.
4. //Configurações do Ethernet Shield
5. byte mac[] = { 0xDE, 0xAD, 0xBE, 0xEF, 0xFE, 0xED };
6. byte ip[] = { 192,168,2, 22 }; // ip que o arduino assumirá
7. byte gateway[] = { 192,168,2, 1 }; // ip do roteador
8. byte subnet[] = { 255, 255, 0, 0 };
9.
10. // String que representa o estado dos dispositivos
11. char Luz[7] = "0000L#";
12.
13. Server server(8081); // Cria o servidor na porta 8081
14.
15. // String onde é guardada as msgs recebidas
16. char msg[7] = "0000L#";
17.
18. void setup() {
19. Ethernet.begin(mac, ip, gateway, subnet);
20. server.begin();
21. pinMode(A0,OUTPUT);
22. pinMode(A1,OUTPUT);
23. pinMode(A2,OUTPUT);
24. pinMode(A3,OUTPUT);
25. pinMode(A4,OUTPUT);
26. pinMode(A5,OUTPUT);


27. }
28.
29. void loop() {
30. Client client = server.available();
31. // SE receber um caracter...
32. if (client) {
33. // guarda o caracter na string 'msg'
34. msg[1]=msg[2]; msg[2]=msg[3]; msg[3]=msg[4]; msg[4]=msg[5];msg[5]=msg[6];
35. msg[6] = client.read();
36.
37. if (msg[6]=='#') {
38. switch(msg[5]) {
39. case 'R':
40. // Se receber o comando 'R#' envia de volta o status dos
41. // dispositivos. (Que é a string 'Luz')
42. client.write(Luz);
43. break;
44. case 'P':
45. // Caso P#, aciona o pino do portão pequeno por 1s.
46. digitalWrite(A4,HIGH);
47. delay(1000);
48. digitalWrite(A4,LOW);
49. break;
50. case 'G':
51. // Caso G#, aciona o pino do portão pequeno por 1s.
52. digitalWrite(A5,HIGH);
53. delay(1000);
54. digitalWrite(A5,LOW);
55. break;
56. case 'L':
57. // Caso L#, ele copia os 4 bytes anteriores p/ a
58. // string 'Luz' e cada byte representa um
59. // dispositivo, onde '1'=ON e '0'=OFF
60. Luz[0]=msg[1];
61. Luz[1]=msg[2];
62. Luz[2]=msg[3];
63. Luz[3]=msg[4];
64. if (Luz[0]=='1') digitalWrite(A0,HIGH); elsedigitalWrite(A0,LOW);
65. if (Luz[1]=='1') digitalWrite(A1,HIGH); elsedigitalWrite(A1,LOW);
66. if (Luz[2]=='1') digitalWrite(A2,HIGH); elsedigitalWrite(A2,LOW);
67. if (Luz[3]=='1') digitalWrite(A3,HIGH); elsedigitalWrite(A3,LOW);
68. break;
69.
70. }
71. }
72. }
73. }

Bloco PHP, controla o arduino: Esse bloco deve ser hospedado localmente em um servidor ou na web.

1. <html>
2. <head></head>
3. <body>
4.
5. <?php
6. $sock = socket_create(AF_INET, SOCK_STREAM, SOL_TCP);
7. // Se conecta ao IP e Porta:
8. socket_connect($sock,"187.15.6.131", 8081);
9.
10. // Executa a ação correspondente ao botão apertado.
11. if(isset($_POST['bits'])) {
12. $msg = $_POST['bits'];
13. if(isset($_POST['Fora' ])){ if($msg[0]=='1') { $msg[0]='0'; } else {$msg[0]='1'; }}
14. if(isset($_POST['Quarto1'])){ if($msg[1]=='1') { $msg[1]='0'; } else {$msg[1]='1'; }}
15. if(isset($_POST['Quarto2'])){ if($msg[2]=='1') { $msg[2]='0'; } else {$msg[2]='1'; }}
16. if(isset($_POST['Sala' ])){ if($msg[3]=='1') { $msg[3]='0'; } else {$msg[3]='1'; }}
17. if(isset($_POST['Pequeno'])){ $msg = 'P#'; }
18. if(isset($_POST['Grande' ])){ $msg = 'G#'; }
19. socket_write($sock,$msg,strlen($msg));
20. }
21.
22. socket_write($sock,'R#',2); //Requisita o status do sistema.
23.
24. // Espera e lê o status e define a cor dos botões de acordo.
25. $status = socket_read($sock,6);
26. if (($status[4]=='L')&&($status[5]=='#')) {
27. if ($status[0]=='0') $cor1 = lightcoral;
28. else $cor1 = lightgreen;
29. if ($status[1]=='0') $cor2 = lightcoral;
30. else $cor2 = lightgreen;


31. if ($status[2]=='0') $cor3 = lightcoral;
32. else $cor3 = lightgreen;
33. if ($status[3]=='0') $cor4 = lightcoral;
34. else $cor4 = lightgreen;
35.
36. echo "<form method =\"post\" action=\"teste.php\">";
37. echo "<input type=\"hidden\" name=\"bits\" value=\"$status\">";
38. echo "<button style=\"width:70; background-color: $cor1 ;font: bold 14px Arial\" type = \"Submit\" Name = \"Fora\">Fora</button></br></br>";
39. echo "<button style=\"width:70; background-color: $cor2 ;font: bold 14px Arial\" type = \"Submit\" Name = \"Quarto1\">Quarto1</button></br></br>";
40. echo "<button style=\"width:70; background-color: $cor3 ;font: bold 14px Arial\" type = \"Submit\" Name = \"Quarto2\">Quarto2</button></br></br>";
41. echo "<button style=\"width:70; background-color: $cor4 ;font: bold 14px Arial\" type = \"Submit\" Name = \"Sala\">Sala</button></br></br></br>";
42. echo "<button style=\"width:90;font: bold 14px Arial\" type = \"Submit\"Name = \"Pequeno\">Portao Pequeno</button></br></br>";
43. echo "<button style=\"width:90;font: bold 14px Arial\" type = \"Submit\"Name = \"Grande\">Portao Grande</button></br></br>";
44. echo "</form>";
45. }
46. // Caso ele não receba o status corretamente, avisa erro.
47. else { echo "Falha ao receber status da casa."; }
48. socket_close($sock);
49. ?>
50.
51. </body>
52. </html>
53. 

Fonte dos códigos: José Luiz – Professor de Microcontrolador

Clique aqui para imprimir o artigo Leia Mais

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Piso intertravado - Paver


   Pavers são blocos pré-fabricados feitos de concreto e são utilizados para fazer pisos intertravados, seu uso é muito comum em países de primeiro mundo, o uso no Brasil vem crescendo bastante, podemos ver facilmente em praças, passeios, ruas, estacionamentos, pátios e até em portos. Seu uso é bem vantajoso, pois facilita futuras manutenções, pois como ele é encaixado é só retirar os blocos, realizar o serviço e voltar os blocos para o lugar, o piso também permite uma alta permeabilidade.
   O paver é bastante resistente não sofre desgastes com intempéries, seu assentamento é bem fácil apenas devemos tomar cuidado com o preparo da base e saber qual vai ser o tráfego em cima do piso.


Calçada feita pela Florida Paver de Goiânia
Calçada feita pela Florida Paver de Goiânia


 Tráfego 

  • Leve podemos preparar o piso com uma camada de mais ou menos 15cm de pó de brita e depois compactá lo usando um compactador de placa.
Compactadora de placa.
Compactadora de placa.

Após este processo podemos ir montando os pavers temos vários modelos de encaixe vamos ver alguns modelos abaixo:

Modelos de pavers.
Modelos de pavers.

Para o tráfego leve devemos escolher um paver com 4cm, lembrando que o tráfego leve não se encaixa a garagens nem ruas, como exemplo podemos citar passeios, e calçadas para pedestre ou com trafego ocasional de veículos leves.

  • Moderado para o piso moderado se o terreno estiver devidamente compactado podemos usar uma camada de pó de brita de mais ou menos 15cm e piso e o paver de 6cm.
  • Pesado devemos preparar o tereno com uma camada de brita grossa de 15 a 20cm depois vir com uma camada de pó de brita com mais ou menos 15cm depois de tudo bem compactado uma camada por vez, devemos usar o paver de 8cm. ou 12cm dependendo da necessidade. 
Paver de 4cm, 6cm e 8cm
Paver de 4cm, 6cm e 8cm

 Vantagens 

 Além de não gerar poças d água, nem limo por ser um Piso que tem uma permeabilidade de até 30% da água.

  • Permeabilidade e conforto térmico: harmonia com o meio-ambiente. 
  • Utilização imediata: liberação para o tráfego logo após sua aplicação. 
  • Facilidade de manutenção: as peças podem ser removidas e reutilizadas. 
  • Segurança: a superfície do paver é antiderrapante. 
  • Versatilidade arquitetônica: vários modelos, cores e combinações. 
  • Fácil assentamento: com equipamentos de pequeno porte ou até manual 
  • Durabilidade: altamente resistente ao clima e a agentes agressivos
   Faça Você Mesmo 


1. Preparação da base
O primeiro passo é preparar o terreno, analisar se o mesmo encontra-se bem compactado, senão torná-lo bem firme, dependendo do tráfego consultar um engenheiro ou empresa de paver. Verificar a presença de troncos e outros objetos que possam comprometer o sustentamento do piso, reforçar a sub-base.


2. Regularização e Compactação
Em seguida preparamos a camada com pó de brita ou areia para nivelar o terreno e em seguida realizamos a compactação da base, utilizaremos a placa compactadora ou o rolo vibratório dependendo do tamanho da área. 

3. Preparando para o pó-de-brita
Após compactada e regularizada a base, é hora de colocar o pó-de-brita ou areia para assentamento. Recomenda-se uma espessura de 5 a 15 cm de material e o melhor método para que se obtenha uma camada uniforme, é adquirir dois tubos de material resistente com o diâmetro de 3 a 5 cm, para utilizar como guias na hora de reguar.

4. Colocação
Após a preparação do sub-nível e hora de colocar os pavers podemos escolher entre as diversas formas de travamento, entre eles temos o forma de escada, ponta de lança, espinha de peixe, lado a lado enfim é só usar a criatividade.

5. Assentamento
Começamos então o assentamento das peças. Como no caso ilustrado temos um passeio com menos de 3 metros de largura, é possível tirar o esquadro entre as paredes e o meio-fio e colocar o meio-fio perfeitamente paralelo à parede existente. Por se tratar de uma área pequena, um assentador com experiência consegue alinhar o paver perfeitamente apenas utilizando como referência a linha da parede e a linha do meio-fio. Para áreas maiores, é imprescindível o uso de linhas a cada 2 metros, tanto no sentido transversal quanto longitudinal do paver para que não se perca o alinhamento das peças.

4. Recortes
Para realizar os recortes podemos utilizar uma serra mármore para cortar os blocos de paver para realizar os encaixes, para áreas maiores temos máquinas a gasolina de tamanho maior que facilitam o serviço. 

5. Rejuntamento
Depois do piso todo pronto devemos fazer o rejuntamento com pó de brita coado ou areia fina, devemos jogar a areia ou o pó sobre o piso espalhar com uma vassoura para que ele penetre bem nas fissuras, deixar a areia ou o pó por uma semana em cima da superfície para que ele penetre bem na superfície.

6. CompactaçãoDepois de rejuntado devemos passar a placa vibratória em cima da superfície para realizar o travamento final.
Piso intertravado paver
Piso intertravado pronto (paver)

Clique aqui para imprimir o artigo Leia Mais

Grafiato

O Grafiato é um revestimento em massa a base de polímeros acrílicos e com superfície rústica, cargas minerais, pigmentos orgânicos e inorgânicos e água. É lavável, tem boa durabilidade podendo ser aplicado tanto interna quanto externamente. É indicado pra todo tipo de parede, de fácil aplicação e baixo odor. A utilização do grafiato proporciona um efeito rústico com aparência de ranhuras o que diferencia os detalhes é o tipo de desempenadeira, (ferramenta utilizada na aplicação), que pode ser de aço ou PVC. O grafiato tem em sua composição pedrinhas de areia bem pequenas que quanto desempenadas formam riscos na pintura que dão o acabamento, cada marca vem com uma espessura de pedrinhas que dão um resultado diferente, eu prefiro a marca Leinertex que forma uns riscos muito bonitos.
Fazendo riscos grafiato

   O grafiato pode ser aplicado diretamente sobre o reboco, bastando antes aplicar uma seladora na cor do produto para evitar que a pintura fique manchada e em caso de ser aplicado em cima de outra tinta a seladora server para não aparecer a tinta antiga no fundo do grafiato. 

O grafiato pode ser diluído com um pouco de água, para facilitar a aplicação mas lembre-se diluir todas as latas na mesma proporção para que a pintura fique com o mesmo tom, após a diluição colocamos o grafiato na desempenadeira lisa, podemos utilizar uma espátula para isso ou com a mão mesmo, após colocar o grafiato na desempenadeira devemos aplica-ló sobre a parede igual se estivesse aplicando uma massa corrida depois de fazer uma uma área de mais ou menos 1 ou 2 metros quadrados devemos vir com uma desempenadeira para grafiato de PVC e passar em cima na massa formando o desenho que você quiser pode ser de cima para baixo, lateralmente, formando círculos de asas a sua imaginação. Atenção: nunca comece um quadrante e pare ele no meio, pois se você for continuar a grafiar ficara uma divisa aparente na parede.


O grafiato é indicado para qualquer tipo de área, sendo uma ótima opção para áreas externas pois ele é hidro-repelente  ajudando na impermeabilização das paredes.

Clique aqui para imprimir o artigo Leia Mais

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Diferença entre os tipos de tinta

   Temos uma infinidade de tintas para os mais variados tipos de trabalhos e é por isso que devemos conhecer qual vamos comprar para obtermos um bom resultado. O mercado oferece uma grande variedade de tipos de tintas e massas tanto para uso interno quanto externo, o que pode causar certa dúvida na hora da compra e para ajudar você nessa difícil missão vamos ver os tipos mais comuns de tinta. 

   Procurar conhecer um pouco sobre a tinta que você vai usar é muito importante porque cada tinta serve para ser aplicada em um determinado ambiente e para um melhor resultado e um resultado mais duradouro devemos tomar cuidado ao comprar a tinta. Abaixo vamos conhecer alguns tipos de tintas e suas principais aplicações. 

Tinta látex PVA 

    A tinta PVA é uma das mais conhecidas, facilmente encontrada em qualquer depósito de construção seu uso é indicada para áreas internas. O PVA vem do nome deu um polímero o polyvinyl acetate que tem como característica predominante sua alta adesividade. 

Tinta Látex PVA
Tinta látex PVA

   A tinta PVA é solúvel em água, o que facilita muito trabalhar com ela, pinceis e rolos podem ser preparados com água. A tinta PVA é indicada para ambientes internos é de fácil aplicação e pode ser facilmente reaplicada, tem secagem bem rápida e baixo odor.

  Ela não é indicada para ambientes externos ou que recebam umidade pois ela mofa e pipoca facilmente, a tinta látex também é difícil de ser limpa. 

Tinta Acrílica 

A tinta acrílica tem características semelhantes a tinta látex, o que muda que ela recebe resinas acrílicas em sua composição o que garante uma alta impermeabilidade, sua secagem também é rápida. 

Podemos utilizar a tinta acrílica em áreas externas e molhadas como muros externos, banheiro, cozinha. Ela pode ser lavada ao contrario da tinta PVA. Quando for usar tinta acrílica use também a massa acrílica para garantir a eficácia do produto. 

Seu acabamento é mais brilhante, e seu custo é mais elevado. 
Tinta Acrílica
Tinta Acrílica

Tinta Esmalte Sintético 

 O esmalte sintético não é solúvel em água, para diluir esta tinta devemos utilizar a aguarrás, não utilize o thinner pois ele é mais forte e sua secagem e de fora para dentro o que pode causar rugas na pintura e perda do brilho. 

 Sua maior indicação é para superfícies de madeira e metal e garantem um excelente acabamento, o esmalte forma uma camada bastante resistente por cima da superfície que pode ser facilmente lavada, quando aplicada ela é facilmente reconhecida pelo seu alto brilho. 

 Sua remoção pode ser feita com thinner em superfícies como o metal e com alguns produtos em forma de espuma que se encontram no mercado que trincam toda a tinta facilitando sua remoção com uma espátula.  Para removéla da madeira sem um produto específico pode ser um bom exercício pois ela entra pelas fissuras da madeira tornando o lixamento muito trabalhoso. 

 O esmalte sintético não deve ser usado em paredes pois é fácil o aparecimento de bolhas e o descascamento. 

 Pode ser encontrado em embalagens de 900ml , 3.8 L e algumas marcas em latas de 18L.

Esmalte Sintético
Esmalte Sintético


Tintas Epóxi

A tinta epóxi é uma tinta industrial a base de epóxi bastante utilizada na construção civil e industrial, sua utilização é bastante comum em superfícies como aço, ferro, pisos de quadra de esportes, garagem, azulejos... 

 A tinta epóxi é bastante utilizada em pequenas reformas revestindo azulejos e pisos. A tinta é mais facilmente encontrada no acabamento acetinado, mas também podemos encontrar ela no fosco e brilhante. 
Azulejo Pintado com tinta Epóxi
Azulejo Pintado com tinta Epóxi
 A tinta epóxi é de simples manuseio sua aplicação pode ser feita através de um pincel, rolo, trincha e compressor, a tinta já vem pronta para o uso. 
Tinta Epóxi em quadra de esportes
Tinta Epóxi em quadra de esportes

 Seu preço é um pouco caro na média de R$ 180,00 o galão.

Tipos de Acabamento

   Podemos encontrar as tintas nos acabamentos fosco, acetinado, semi-brilho, brilho, alto-brilho, martelado, perolizado, etc.
   Vamos ver uma tabela dos ambientes e os tipos de tintas que são mais utilizados:


Fosco : O acabamento fosco não tem brilho e ajuda a disfarçar defeitos e irregularidades nas paredes e tetos

Acetinado: Já o acabamento acetinado possui brilho intermediário entre o fosco e o semibrilho. Sua intensidade de brilho também tem a capacidade de disfarçar imperfeições da parede e, normalmente, é uma versão que garante aquele “toque de seda” muitas vezes descrito na própria embalagem da tinta.

Semi-brilho: O acabamento semibrilho é o que proporciona maior brilho e reflexos intensos. Indicado para superfícies sem imperfeições, fica bem em portas, batentes e janelas. Antigamente, só existiam versões à base de solvente; hoje em dia já são fabricadas tintas brilhantes à base de água.






Clique aqui para imprimir o artigo Leia Mais
Pin It button on image hover